A questão da água no Brasil

Importância da Água | Saneamento Ambiental

A água é essencial à vida humana e um recurso natural cada vez mais escasso. O homem necessita de água de qualidade adequada e em quantidade suficiente para desenvolver suas atividades. Com isso, garantir a oferta de água para a população deve ser prioritária, para atender as suas necessidades básicas e contribuir para o desenvolvimento do país.

No ano de 2014, muito se falou e comentou sobre a crise de abastecimento de água no Brasil, principalmente no sistema Cantareira. A “seca” ocorrida no Estado de São Paulo veio unir-se a problemas crônicos do Brasil. Alguns são naturais, como a falta d’água em Estados com áreas semiáridas e outros, não naturais, decorrentes da ação antrópica no meio ambiente, resultando na contaminação dos mananciais usados para o abastecimento, pela ausência de saneamento básico, principalmente tratamento de esgoto e disposição inadequada de resíduos sólidos.

Aliado a esses problemas, naturais ou não naturais, outro fator que merece destaque, é a questão do desperdício. Quando falamos em desperdício, geralmente o destaque vai para aquele produzido pela população, sobretudo no uso residencial para diversos fins, principalmente para as suas necessidades higiênicas, como também em atividades domésticas. No entanto, o desperdício mais grave, que torna sendo um problema de questão relativa à disponibilidade de recursos hídricos, se refere ao desperdício no sistema de abastecimento de água.

No Brasil, segundo dados do Ministério das Cidades (2014), o desperdício de água corresponde a 38,8% de toda a água tratada. Em algumas regiões, como o Norte e o Nordeste do país, esse índice ultrapassa os 50%. Em grande parte, o problema é causado tanto pela falta de manutenção de equipamentos públicos quanto pelo emprego de materiais mais baratos, além da elevada pressão, extravasamento de reservatórios, ligações hidráulicas clandestinas, entre outros. Portanto, combater o desperdício de água é uma tarefa não só do cidadão em seu uso doméstico, mas também do setor público com adoção de medidas de controle e fiscalização, garantindo assim, a oferta de água com demanda suficiente para atender as atividades desenvolvidas nas cidades.

De acordo com o Portal do Saneamento Básico - Água é a mais urgente questão ambiental brasileira. Em noticia vinculada no dia 05/06/2017 o site citou que cerca de 37% da água tratada é desperdiçada na distribuição, de acordo com as próprias concessionárias. Mas esse percentual pode ser ainda maior, se considerarmos que esta é uma estimativa otimista, uma vez que a maioria das empresas públicas não possui medição de volume produzido, nem mesmo a completa hidrometração do sistema.